3 de setembro de 2017

05 | Bate-Papo Daily com: Poliana Rocha

Share & Comment

A 5° edição da Zé Felipe Daily Magazine do mês de maio é especial mês das mães. Poliana Rocha nos contou como faz para amenizar a saudade que sente de seu filho e do esposo, o cantor Leonardo. E ainda nos contou como é sua relação com os outros filho de Leonardo, se deseja ter outro filho e falou com carinho das fãs de Zé. Confira abaixo:


Poliana, como você lida com a distância que separa você do José e do Leonardo? Costumam se ver com qual frequência? José liga muitas vezes para falar que sente sua falta?
Eu sou extremamente sentimental, fico o tempo todo morrendo de saudade ou de um ou de outro, mas acaba que eu tenho que de certa forma conformar, né? Porque cada um tem a sua profissão e ambas são sujeitas a várias viagens e eu infelizmente não consigo acompanhar em tudo. Então assim, eu procuro ficar uns dias com o Zé, na outra semana eu fico com o Leo, depois eu tento pegar o Leo e trazer para onde o Zé está e vou sempre tentando fazer de um jeitinho que a gente não fica mais de uma semana longe um do outro. Zé Felipe tem uma preferência imensa por São Paulo e Leonardo por Goiânia. E eu fico entre São Paulo e Goiânia, mas tento sempre estar buscando nós três ficarmos bem próximos e não nos ausentarmos mais que oito dias longe.
Com relação a telefone, Leonardo liga muito mais para o Zé Felipe do que eu. Leonardo liga o tempo inteiro pro Zé Felipe e acho que às vezes enjoa, mas é o jeito dele. Ele é mais de ligar mesmo e o Zé também liga mais para o Leo. Eu já ligo uma vez por dia, às vezes fico um dia sem ligar, mando mensagens de whatsapp todos os dias e ligação eu ligo uma vez por dia e o Zé mais manda mensagem do que liga, mas a frequência de ligações mesmo é do Leo.


Como foi receber a notícia de José revelando que seguiria os passos do pai? Ele costuma pedir conselhos sobre a carreira ou desabafar com algo que esteja o incomodando?
Na verdade eu não queria muito não que o Zé seguisse os passos do pai, porque  ele é o meu único filho, que ele ia ficar muito longe e eu tenho o extinto de mãe muito protetora, de querer o filho sempre embaixo das minhas asas, então eu logo imaginei: “Nossa, ele vai ficar no mundo e eu vou ficar sozinha”. Foi um certo egoísmo e tudo, mas é o extinto maternal. Depois eu vi que era realmente o que ele queria o que ele sentia realizado fazendo e dei a maior força e hoje eu super apoio, porque eu sei que é o que ele sabe fazer e o que ele faz com muita de dedicação e foco e o que ele sente realizado. Eu como mãe, sou a maior incentivadora, e apoio de pé junto o que for bom pra ele e o que deixar ele feliz.
Com relação à carreira, muitas coisas ele fala com o pai o que está ou não agradando, Leonardo conversa muito, comigo ele também fala e às vezes age por impulso, mas depois pede opinião e vê que realmente ele precisa ter certa cautela, mas ele se abre sim. Tem coisa que é mais referente ao pai, porque já tem certa experiência e Leonardo já entende melhor. Quando são assuntos mais irrelevantes, aí é com a mãe e eu dou minha opinião, mas eu acho que entre eu e o Leonardo eu sou mais pulso firme no sentido de ser mais direta e falar o que pensa e Leonardo é mais cuidadoso.


Como é ser a mãe de Zé Felipe? Poderia nos revelar alguma história ainda não contada sobre nosso ídolo?
Eu enxergo ele como José Felipe, não como Zé Felipe e as vezes é até meio estranho eu falar isso, mas eu enxergo ele um meninão, aquele que vem dar bença na cama pra mãe, que fala toda hora eu te amo, que dá um beijo e sai correndo e faz cócegas. Agora com essa carreira que graças a Deus as pessoas reconhecendo o trabalho dele, ele é o Zé Felipe, nome artístico dele, todo mundo fica em cima porque ele realmente é muito talentoso, não me gabando não, porque sou super-realista, mas ele é talentoso e muito focado. Ele dedica muito ao trabalho dele e eu fico super orgulhosa de ser mãe do Zé Felipe, das pessoas reconhecerem o trabalho dele, dele ser querido, ser extremamente amoroso e eu fico muito feliz por ele. Espero que ele retribua todo carinho que tem recebido, seja com a música ou levando a alegria e amor que ele tem para as pessoas e espero que ele seja muito feliz na vida dele. Torço e oro o tempo inteiro por isso.


Qual foi o maior desafio que você enfrentou com a maternidade? Gostaria de ter mais um filho? Já chegou a pensar em adoção?
A minha gravidez foi super tranquila, eu não tive problema nenhum na maternidade graças a Deus. Era um filho que eu queria muito, eu era novinha e apanhei no bom sentido nos primeiros meses, apesar de ter uma auxiliar que me ajudava, mas eu era muito inexperiente e o Zé Felipe sempre trocou o dia pela noite, desde recém-nascido e eu passava muitas madrugadas acordada, mas enfim, tudo que uma mãe de primeira viagem passa. Tive sim vontade várias vezes de ter outro filho, mas sempre calhava com outra situação que às vezes me fazia perder a vontade. Às vezes acontecia alguma coisa que eu ficava um pouco chateada e pensava “ai meu Deus, não vou ter mais filho”, então acho que é Deus mesmo que não quis que eu realmente tivesse outro filho porque sempre me colocava na situação de dúvida e se fosse da vontade de Deus não existiria a dúvida e eu sempre coloquei meus projetos de vida nas mãos de Deus e ele sempre me encaminhou o melhor.
Leonardo até hoje fica me pedindo filho mesmo eu com quarenta anos. Esses dias fui ao ginecologista e ele disse que meu útero estava limpinho e que eu poderia ter outro filho, e Leonardo tá no meu pé insistindo, mas eu não estou com vontade. Estou com vontade de realmente acompanhar meu filho, acompanhar o Leo e não sei se eu animo em ter filho, em começar tudo de novo. Eu posso ter um pouquinho de egoísmo ou por ter passado a fase. Penso muito em adoção, sou super a favor. Adoraria adotar um filho, se possível negro porque eu sou apaixonada no casal Giovana e Bruno Gagliasso, acho a Titi uma menina encantadora e sou super a favor da adoção. O Leo tem um pouco de receio, não é preconceito nem nada, mas por causa da índole dos pais e tal e pega um pouco nisso em relação a nossas opiniões. Mas tudo é da vontade de Deus e se for pra dar certo daqui algum tempo vai dar e se não for, Deus vai tirar isso do meu coração e da minha cabeça.


Quando vai ao show do Zé, qual a sensação que sente ao ver a multidão cantando junto com ele? Nesses dois anos de carreira, qual momento da vida profissional mais emocionante que já viveu ao lado dele? E o que mais gostam de fazer quando estão juntos?
Quando eu vou aos shows do Zé eu tenho uma sensação tão boa, porque eu vejo aquele tanto de gente. Acho fofas as fãs do Zé, todas particularmente, elas são muito carinhosas, muito coração e muito amor. Eu falo que as fãs do Zé são diferentes, não menosprezando de maneira alguma as fãs do Leo, até porque é outra geração, mas as fãs do Zé são muito intensas, elas abraçam forte e isso é muito legal. Então, quando eu vou sinto uma sensação tão boa de que meu filho está sendo acolhido e que as pessoas estão reconhecendo o trabalho dele. Fico extremamente feliz, aí que eu quero que ele vá para o palco pra ele colocar todas as coisas boas pra fora, mostrar aquele tanto de dente que ele tem que ele sorri com a alma. Eu quero que ele faça tudo e quando vou aos shows sou um pouco exigente com ele, porque eu quero que ele retribua tudo que elas fazem por ele.
Já vivi muitos momentos emocionantes com o Zé, tipo a gravação do DVD dele com esse momento que ele fez com o Leo foi emocionante e mexeu muito comigo porque eu também não sabia da música que ele tinha feito para o pai. Zé Felipe é muito sentimental. Teve a história da menininha de Barretos com Leucemia, aquilo mexeu muito comigo e com o Zé, porque ele é extremamente sensível. Quando acontece alguma coisa relacionada à doença ele sente muito e fica perguntando se a pessoa vai melhorar ou se vai morrer. Então assim, já tive vários momentos que foram muito emocionantes pra mim, mas em especial foi relacionado a essa menininha porque ela tem um amor infinito por ele e também a gravação do DVD, porque ele fez tudo escondido e eu fiquei extremamente realizada pela surpresa que ele fez para o pai.
Quando estamos juntos, gostamos de ficar os três na cama. Nós assistimos filmes, conversamos e este é o momento que a gente mais gosta e fazemos bastante quando estamos juntos. O Leonardo pede ao Zé para dormir com a gente, aí o Zé pega e arrasta o colchão dele, coloca no chão e dorme no quarto com a gente. Eu e o Leo na cama de casal e o Zé no colchão que fica ao lado do Leo. É até engraçado, mas essa cena se repete até hoje com ele com dezenove anos.


Como você e o Leonardo se conheceram? E como é a sua relação com os outros filhos dele?
Nos conhecemos em 1991. Ele foi padrinho de casamento de uma prima minha de Belo Horizonte que casou com um goiano e o pai desse goiano era empresário de Leandro e Leonardo. Na verdade nós nos conhecemos, mas eu nem sabia quem era Leandro e Leonardo, porque na época eu gostava do Dominó e Menudos. A gente tem uma diferença de quatorze anos de idade e na época dava muita diferença porque eu curtia outros cantores. Depois passou um tempo, ele pediu o meu telefone para o meu tio, começou a me ligar e eu não dei muita importância porque eu não curtia e era menina de tudo. Então passei a atender o telefonema dele e foi uma história muito longa. Ele venceu pela insistência, porque eu não tinha interesse nenhum dele, mas aos poucos fomos nos conhecendo, tudo foi com bastante calma, ele foi o primeiro homem da minha vida e graças a Deus estamos juntos a vinte anos. Já passamos várias fases difíceis como todo casal, mas graças a Deus conseguimos superar e estamos super bem. Foi um presente de Deus ter conhecido o Leonardo, por sou filha única e vivia debaixo da saia da minha mãe. Ele me deu a oportunidade de crescer e amadurecer apesar das dificuldades que passamos juntos, mas foi um aprendizado em geral pra mim.
A relação com os filhos dele é maravilhosa! A cada filho dele eu tenho uma paixão especial. O Pedro eu vi crescer, buscava na escola, participei de tudo e o Pedro é a coisa mais filha, me sinto avó da Maria Sofia e do bebê que está vindo. Minha amizade com a Bella é maravilhosa, a gente se via toda quarta-feira antes dela mudar de cidade e somos super amigas. Também sou apaixonada pela Jéssica e nós temos uma relação ótima e me sinto avó do Noah. O Matheus é um fofo, um querido, carinhoso, fica comigo nas férias e sempre que tem oportunidade está aqui em casa e eu trato ele como se fosse meu filho. Tenho um respeito imenso por ele. E o João é um queridíssimo e fofo, ainda acho que ele é um bebê. Quando ele começou a ir pra casa, ele tomava mamadeira e eu fazia questão de fazer a mamadeira pra ele. Graças a Deus a minha relação com eles é ótima e às vezes sinto que são mais meus filhos do que do Leo, no bom sentido, mas graças a Deus são como se fossem meus filhos mesmo de coração.

P E R G U N T A S   S E L E C I O N A D A S

@guardiadoze
O Zé Felipe cantor é muito diferente do Zé Felipe filho?
Eu acho que o Zé Felipe cantor é mais exigente. Ele é muito perfeccionista, as coisas tem que estar muito certa, e ele filho, não. Ele filho é mais de boa, mais largado no bom sentido. Ele cantor é mais exigente com as coisas dele. Acho essa diferença assim, bastante.

@arcanjose
Eu gostaria de saber, se em algum momento José já passou por uma fase de turbulência na carreira, e se em algum projeto deixou de acreditar em si mesmo e no seu trabalho. E se houve esse momento, como foi para ajudá-lo, e como ele se recuperou?
Acho que toda carreira tem suas fases de turbulência. Eu não sei se do Zé foi turbulência, acho que foi uma fase de questionamento em relação ao público que ele atinge, ao tipo de música, aos profissionais que trabalham com ele, se estavam de acordo com o perfil que ele queria ou o que é certo e errado, a visão dele em relação a nossa visão, porque temos mais experiência de vivência e o Leo no caso de profissionalismo. Então, acho que teve umas divergências em várias fases, em algum momento pessoal também porque o Zé Felipe é um menino que confia em todo mundo e acha que todo mundo é legal. Nesse meio principalmente, mas em qualquer profissão, sempre tem alguém que ela com outros olhos e às vezes ele se decepcionou por confiar em alguém não confiável. Não chamo como turbulência, mas sim questionamento e posicionamento em relação à carreira.

@anjozefe
Por que quis fazer jornalismo? Em qual outra profissão se identifica? O que você acha da relação entre José e as fãs?
Fiz jornalismo para entender como funciona esse meio, a relação de como funciona os bastidores e na época fiz não por querer exercer a profissão, mas era um entendimento que eu buscava para certas coisas que aconteciam naquela época em minha vida. Eu sempre quis fazer medicina, sempre tive a vontade de cuidar e ajudar o próximo, mas nunca consegui realizar meu desejo porque não consigo fazer uma faculdade em período integral e me dedicar, então se você não se dedica não é bem sucedida. Guardo esse desejo pra mim e quando tem alguém doente eu tento ajudar da melhor forma, mas para a profissão não tenho essas condições.
Com relação ao Zé e as fãs, eu acho que ele é super carinhoso. Sempre que ele menciona as fãs é com bastante carinho, às vezes tem alguma coisa que machuca algo nesse sentido, ele me questiona porque aconteceu aquilo com tal pessoa. Ele refere a nomes e eu acho isso muito legal, porque graças a Deus tem muitas fãs, mas ele fala muito o nome de cada uma. Às vezes não dá para ele atender da forma que todas merecem, mas é porque realmente é muita gente então fica sempre um pouco a desejar, mas eu não creio que seja por parte dele, porque sempre que ele fala aqui em casa é com muito respeito e carinho por tudo que elas fazem pela carreira dele.

@ariane.luzia
Quais são as três palavras que melhor descrevem sua vida?
Gratidão! Sempre gratidão.


O bate-papo faz parte da 7° edição da nossa revista | clique aqui para acessar
Tags: ,

O Zé Felipe Daily é a sua fonte número 1 e a maior sobre o cantor Zé Felipe. Fundado em 2014, o fã site realiza um trabalho voluntário para apoiar a carreira do goiano e manter os fãs informados e mais próximos do cantor. Confira notícias completas diariamente em nosso site ou redes sociais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © Zé Felipe Daily | Designed by Templateism.com