18 de novembro de 2017

Bate-papo com Zé Felipe

Share & Comment

Zé Felipe completou três anos de carreira dia 28 de setembro e o Daily criou uma edição especial da nossa revista online para você relembrar a trajetória do cantor até agora. A edição que é pra lá de especial, conta com um bate-papo exclusivo com Zé, que falou sobre seus sonhos, expectativas e também sobre os fãs. Confira abaixo e apaixone-se novamente por Zé Felipe!


DAILY: O que as fãs que veem o Zé Felipe no palco não sabem sobre ele?
Que eu sou um cara tímido.

DAILY: Como o interesse pela música surgiu? Tem alguma recordação especial nesses três anos de carreira? Como você se vê daqui cinco anos?
Parei de estudar e fui cantar (risos), tô brincando. Eu sempre gostei muito de cantar, mas só tive a certeza que estava pronto para seguir essa carreira quando cantei no DVD do meu pai. Eu acho que a música é diferente de qualquer outro trabalho, a gente nasce pra ser cantor, então eu acho que foi uma coisa que Deus deu. Todo show é uma recordação, todo trabalho é uma recordação, eu tenho um carinho muito grande por tudo que vem acontecendo nesses três anos da minha carreira. Acho que a gente tem que viver cada momento, porque o futuro a Deus pertence, mas trabalhando sempre e sempre inovando.

DAILY: José, o que você sempre quis responder nas entrevistas, mas ainda não te perguntaram?
Eu sempre quis que perguntassem quem é o grande amor da minha vida (risos).

DAILY: Você já conquistou quase todos os seus sonhos. O que ainda falta pra você se sentir realmente realizado?
Faltam várias coisas, como por exemplo um CD em espanhol, porque estamos apenas no começo de um grande sonho. A lei da vida é ter uma família, acho que todo mundo tem que querer ter uma, mas em questão de carreira ainda tem muita coisa para se realizar.

DAILY: Nesses três anos de carreira, qual a maior lição que já aprendeu? Se pudesse reviver um momento marcante qual seria? Se fosse dizer algo para você três anos atrás o que falaria?
Em três anos de carreira a maior lição que aprendi entre várias, é tratar todo mundo igual e saber que tudo chega na hora certa. Se eu pudesse reviver um momento marcante, voltaria no Faustão que foi meu primeiro dia de carreira. Se eu encontrasse com o Zé Felipe de três anos atrás, diria: "Segue o seu coração e sua intuição também, porque vai dar certo".

DAILY: Qual foi a sua expectativa ao se lançar no meio musical? Está sendo como você imaginava?
Está sendo cada vez mais como eu imaginava, mas com certeza eu acho que em três anos de carreira a gente está dando passo a passo, tudo no tempo de Deus, tudo encaminhando certinho e sempre tentando ficar entre os dez mais tocados do país. Eu acho que cada show, cada viagem e CD é um aprendizado, apesar do pouco tempo de carreira acho que já cresci bastante, mas ainda tenho muito que crescer. Eu estou muito feliz, mas tem várias coisas para conquistar ainda, porque estou apenas no começo.

DAILY: Como é escutar alguma loucura que uma fã fez por você? Tem alguma que nunca vai esquecer? Como é ser amado assim?
Eu acho que é uma forma de demonstrar o carinho, porque eu também tenho ídolos, então sei como é ser fã. Acho que cada um tem uma forma de amar, tem umas que são mais intensas que as outras, só que todo tipo de amor é sempre bem vindo e eu acho que se fez ou não uma tatuagem, se está ali curtindo o meu trabalho é de coração e isso faz bem para a pessoa e para o artista também.

DAILY: Você é tão especial que Deus te deu duas famílias, a equipe que te acompanha sempre e sua família de verdade. Como é a sua relação em ambas às partes? O que mais gosta de fazer quando está com sua família em Goiânia?
Eu tenho uma relação muito aberta com o meu pai e minha mãe, com meus primos e com meus irmãos apesar de nos vermos pouco. A minha família na estrada eu acho que é todo mundo querendo bem do projeto, eu tenho amizade com todos e muito respeito, e tenho certeza que eles também me respeitam, pois o mais importante de tudo é o respeito e tem muito em ambas as partes. E quando estou com meus familiares em Goiânia gosto de jogar bola, treinar, ir para a academia, jogar futevôlei com meu pai e ficar em casa com meus pais.

DAILY: Qual a música que você mais gosta de cantar em seus shows? Por que é sua preferida?
Eu gosto muito de cantar "Não Me Toca", porque foi a primeira música que eu fiz uma versão, então eu tenho um carinho muito grande por ela.

@guerreiradoze: O que seus fãs significam pra você?
Meus fãs significam tudo pra mim, eles são o combustível da minha carreira e sem eles eu não teria nada desse trabalho, nada de nada, pois meu fãs são minha maior riqueza.

@valedojose: O que passa na sua cabeça ao subir no palco e ver aquela multidão te esperando e cantando as suas músicas?
Sinal que estou no caminho certo, que minha música está chegando e que tudo que eu faço e o sacrifício de ficar longe da família está valendo a pena.

@minhainspiracaozf: Como você se sente ao ver uma fã chorando de emoção ao encontrar você?
Eu me sinto honrado, acho que passar isso para as pessoas é muito importante. A gente que trabalha música, com essa arte que é a mais bonita de todas, tem o poder de tocar as pessoas e quando chega uma pessoa chorando é o sinal verdadeiro que ela te ama e admira seu trabalho, então é muito gratificante descrever o que a gente sente.

ESTE BATE-PAPO PUBLICADO EM SETEMBRO DESTE ANO, FOI UMA SURPRESA PARA OS SEGUIDORES DO ZÉ FELIPE DAILY.


CONTEÚDO EXCLUSIVO ZÉ FELIPE DAILY
Tags: , , , , ,

O Zé Felipe Daily é a sua fonte número 1 e a maior sobre o cantor Zé Felipe. Fundado em 2014, o fã site realiza um trabalho voluntário para apoiar a carreira do goiano e manter os fãs informados e mais próximos do cantor. Confira notícias completas diariamente em nosso site ou redes sociais.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © Zé Felipe Daily | Designed by Templateism.com